Se as espinhas são normalmente dolorosas, as espinhas internas tendem a ser muito piores. E se a espinha interna estiver inflamada, de jeito nenhum.

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o que fazer com um problema tão incômodo: pode ser espremido? Pode ser perfurado? Como lidar com uma espinha interna? 

Uma das receitas caseiras mais populares que promete fazer essas espinhas recuarem ou entrarem em erupção imediatamente, facilitando a recuperação, é a compressa de chá preto. 

Por que eles aparecem? O dermatologista Alberto Cordeiro explica que qualquer tipo de espinha ocorre devido a uma oclusão, um fechamento do ducto pilossebáceo, ou seja, uma obstrução do “caminho” por onde saem os pelos e o sebo do corpo. “Todo cabelo tem uma glândula sebácea e o sebo se acumula lá.

Quando ocorre uma oclusão deste orifício, o sebo fica retido na pele. Isso acaba causando um cisto, ou seja, a formação de um cisto, que dá origem à espinha interna”, explica.

Como acabar com espinha interna

Como acabar com espinha interna
Como acabar com espinha interna

Além das dicas acima, você também pode tentar estes remédios caseiros para espinhas internas :

  1. Mel puro: Este produto natural possui excelentes propriedades antissépticas e antimicrobianas que ajudarão a reduzir o acúmulo de bactérias desses grãos. Aplique o mel diretamente na espinha, deixe agir por 20 minutos e depois retire com água morna.
  2. Óleo da árvore do chá: este extrato possui propriedades antibacterianas que promovem a cicatrização de espinhas. Dilua 3-4 gotas em uma colher de sopa de água e aplique a mistura nas espinhas. Deixe-o durante a noite e lave-o com água morna na manhã seguinte.
  3. Máscara de argila verde: este produto natural possui componentes secantes que ajudam a secar a gordura acumulada e, consequentemente, a eliminar as impurezas da espinha. Aplique a máscara na área afetada, deixe agir por 5 minutos e depois retire com água morna.

Compressa quente

O calor faz com que os vasos sanguíneos se dilatem e ativam o fluxo sanguíneo. Isso significa que quando a circulação é ativada, o processo de cicatrização é acelerado. 

Além disso, o calor dilata os poros e será mais fácil expulsá-los. No entanto, se você colocar a compressa quente mesmo com o poro mais dilatado, não deve apertá-lo de forma alguma.

Para fazer este tratamento pegue uma toalha ou pano limpo e mergulhe-o em água quente. Em seguida, coloque-o sobre o grão e mantenha-o por cerca de 20 minutos antes de removê-lo.

Limão para espinhas internas

O suco de limão ajuda a secar a espinha e atua como adstringente devido ao ácido cítrico. Além disso, também ajuda a remover a sujeira externa do grão. Para fazer isso, esprema o suco de meio limão e molhe uma gaze. Coloque-o sobre a espinha e deixe por cerca de 20 minutos.

É recomendável que você faça isso à noite, antes de dormir, ou se fizer durante o dia, não se exponha ao sol enquanto estiver com suco de limão na pele, pois nesse caso pode causar manchas.

Bicarbonato de Sódio

O bicarbonato de sódio também é um bom adstringente e ajuda a área a cicatrizar rapidamente. Para usá-lo, pegue um pequeno recipiente e misture uma parte de água para duas partes de bicarbonato de sódio. Deve haver uma pasta grossa, como uma textura semilíquida, mas um pouco densa.

 Em seguida, pegue um cotonete que você costuma usar para as orelhas e impregne-o com a mistura. Aplique generosamente sobre a espinha e assim que tiver a pasta na área, deixe agir por meia hora e depois enxágue com água morna.

Pasta de dentes

A pasta de dente não apenas resseca a área, mas dependendo de qual você usa, algumas têm ingredientes como hortelã que ajudam a reduzir o tamanho das espinhas e remover a vermelhidão.

 Se você tem pele sensível, esse método não é recomendado, pois alguns componentes podem não ser bons para o seu tipo de pele.