Segundo estatísticas médicas, metade dos homens do planeta vai falhar na hora H, pelo menos uma vez na vida. As razões para o problema são variadas e na maioria das vezes não têm nada a ver com falta de desejo pela pessoa que está ao lado.

A ansiedade é a principal vilã nesta história. Qualquer circunstância que gere um alto grau dela pode fazer com que o melhor amigo do homem fique acanhado, tímido. Tanto que muitas brochadas são, na verdade, declarações de amor.

Quando um sujeito se apaixona por uma mulher, é supercomum que ele se preocupe tanto em demonstrar potência a ponto de seu empenho acabar gerando efeito contrário, ou seja, impotência. ”A ansiedade libera adrenalina, hormônio vasoconstritor que impede o fluxo de sangue para o pênis, deixando-o flácido”, explica o urologista Sidney Glina.

Como ajudar um homem que brochou

Como ajudar um homem que brochou
Como ajudar um homem que brochou

Quem disser que isso nunca aconteceu está mentindo. Sexo não é um daqueles filmes românticos que assistimos às quatro da tarde, onde os personagens vão para a cama ouvindo Lionel Richie, acendem uma vela e cortam para a manhã seguinte, exemplo de50 tons de cinza.

 Claro, às vezes pode ser, mas outras vezes (especialmente quando você está apenas se conhecendo) o sexo pode ser estranho, embaraçoso, desconfortável e até doloroso. E às vezes a coisa, diretamente, não funciona.

Aqueles momentos em que nenhum homem quer se ver acontecem com bastante frequência, especialmente se pensarmos nos relacionamentos como um exame que deve ser cumprido e também com uma nota.

Mas, o que fazer no decorrer da situação frustrante? Em primeiro lugar, lembrar que falhar é normal e, ora, bolas, acontece mesmo de vez em quando. Deixar o egoísmo de lado e dar uma força para o parceiro, claro.

Se o episódio é embaraçoso para você, é ainda pior para ele. O jeito então é relaxar e não dar muita importância ao fato. Que tal considerar o momento como um amasso gostoso em vez de rotulá-lo como uma transa malsucedida? Engate um papo, sirva uma bebida, deixe o clima desanuviar…

Sim, você é sexy, não se preocupe

É o pensamento mais comum. A norma para as mulheres, quando um cara não consegue ter uma ereção, é pensar que é culpa dela porque ele não é sexy, ela não gosta dele, ou ele não tem uma técnica boa o suficiente. 

A menos que o cara lhe diga, não vá lá. Surtar com suas inseguranças, enquanto ele está surtando também , só vai piorar uma situação ruim. O problema não é você. Fique calmo e perceba que o sexo nem sempre sai como planejado.

Não culpe a pornografia (ou compare-se)

A pornografia não causa problemas de ereção, nem a masturbação, e trazê-la para a discussão será apenas uma distração.

 Se o seu cara não tem problemas para acompanhar quando assiste pornô, mas depois tem problemas com você, é porque não há pressão quando ele está sozinho, ele não está fazendo o teste. e, portanto, não há ansiedade. As imagens na tela não julgam. Ironicamente, porém, estar com uma pessoa real pode levar à pressão para se sair bem (e, portanto, não ter sucesso).

Mantenha a cabeça fria

Se o seu cara não consegue ter uma ereção ou a perde no meio do sexo, ele provavelmente está pirando, preocupado com o que você pensa dele. 

Você pode até se preocupar com o fato de ser um fracasso, de que isso não aconteça com mais ninguém ou de nunca melhorar e estar condenado a uma vida de celibato. Quando uma pessoa em um casal está perdendo o controle, é muito útil para a outra ser capaz de se manter firme.

Pense que a penetração não é o único sexo que existe, você pode mudar a atividade para que a falta de ereção não seja um problema. Abrace-o e assegure-lhe que está tudo bem. Se ele precisar de algum espaço, deixe-o, mas não o deixe evitar o assunto para sempre. O silêncio nunca é uma boa ideia em um relacionamento.

E se acontecer de novo?

Defina um plano. Alguns homens odeiam falar sobre isso, mas pode ser útil conversar sobre isso. 

Falar normaliza e reduz o constrangimento, e pode ser útil para vocês dois explicarem que gostam, afinal, a maioria das mulheres tem menos probabilidade de atingir o orgasmo com o cotio do que com estimulação direta do clitóris.

 Em outras palavras, uma ereção não é essencial, uma boa atitude é. Saber que existem outras opções reduzirá a pressão sobre o cara e deixará vocês dois mais felizes.