Ter um cachorro em casa é um dos maiores prazeres da vida, não só porque é um novo membro da família, mas também porque é uma oportunidade de cuidar, adaptar e ver o nosso melhor amigo crescer.

Antes de adotar um filhote você deve ter em mente uma raça que seja adequada ao seu estilo de vida, onde você mora e sua personalidade.

Um novo animal de estimação é sempre uma fonte de alegria em casa, mas os primeiros dias com um cachorro podem ser difíceis e exigem muita paciência e atenção dos donos, que mais tarde serão recompensados ​​com horas de jogos e diversão.

Como cuidar de filhote de cachorro

Como cuidar de filhote de cachorro
Como cuidar de filhote de cachorro

Saiba Como cuidar de filhote de cachorro, Você assumiu a grande responsabilidade de cuidar de um filhote e está se comprometendo com muitos anos de cuidados.

Cuidados com filhotes recém-nascidos

Em primeiro lugar, deve-se levar em consideração que as necessidades de um filhote recém-nascido não são as mesmas de um filhote com um mês (ou mais) de idade. 

Portanto, se o que você vai adotar é um filhote recém-nascido, deve ficar atento às seguintes considerações.  

O filhote recém-nascido tem a presença de sua mãe? É a primeira questão que temos que resolver, já que os filhotes precisam de cuidados contínuos, principalmente em relação à alimentação. 

Portanto, se o filhote não foi amamentado pela mãe, você terá que assumir a responsabilidade por esse processo de amamentação.

Alimentando

Durante pelo menos as primeiras três semanas de vida, a dieta do filhote deve ser baseada única e exclusivamente no leite materno. 

O filhote deve mamar de sua mãe durante este primeiro período, mas se não for o caso, deve ser dado um substituto do colostro materno (seja materno ou fórmula), que é rico em nutrientes e defesas que o filhote necessita. 

Portanto, é hora de alimentá-lo com leite em pó para filhotes, que geralmente é administrado em mamadeiras por meio de mamadas que ocorrem a cada três horas durante as primeiras três ou quatro semanas de vida do filhote.

Não se esqueça que a funcionalidade de seu sistema digestivo é reduzida, por isso é importante não alimentar demais o filhote e estimulá-lo para facilitar a micção e a defecação após cada mamada.

Descanso

Outra questão importante é a relacionada ao sono, já que após cada mamada você deve deixar seu filhote descansar o que ele precisa. A partir da terceira ou quarta semana ele começará a explorar tudo ao seu redor.

Saúde e cuidados

Deve ter-se em conta que, durante estas semanas cruciais para o seu desenvolvimento, o cachorro está predisposto à hipotermia (já que não regula bem a sua temperatura) e à desidratação, fatores aos quais deve prestar especial atenção. 

Ele também tem uma baixa capacidade de regular a glicose no sangue, então você deve alimentá-lo com muita frequência. Tenha em mente que ele ainda tem um sistema imunológico imaturo, por isso é vital manter uma boa higiene no ambiente do filhote. 

Como cuidar de um filhote de um mês de idade?

Caso o filhote já tenha um mês de idade e, portanto, tenha passado o primeiro mês de amamentação ou ingestão de fórmula láctea para suprir suas necessidades nutricionais, inicia-se o processo de desmame .  

Alimentando

A próxima coisa que você deve fazer para cuidar de seu filhote é introduzir progressivamente alimentos sólidos em sua dieta.

 Para fazer isso, você deve fazer um mingau que misture uma ração inicial para filhotes com leite, que é específico para essa fase e cujo leite nunca precisa ser de vaca.

O desmame completo termina entre a sétima e a oitava semana de vida do filhote, momento em que ele pode comer alimentos sólidos, pois já possui dentes de leite com os quais pode mastigar.

Recomenda-se que a primeira ração que você dê ao seu filhote seja um alimento feito com ingredientes naturais que forneçam os nutrientes e a energia que o pequeno animal precisa para crescer. 

Esse tipo de alimento deve ter alto teor de calorias e gorduras boas, e ser isento de conservantes, corantes e subprodutos, evitando assim possíveis reações alérgicas. 

O que fazer antes da sua chegada?

A primeira coisa que devemos fazer é convocar uma reunião de família para adaptar as regras da casa e estabelecer um plano de educação para o novo membro. 

Dessa forma, garantiremos que o filhote receba orientações consistentes para não confundi-lo. Se todos dermos a ele os mesmos comandos e permitirmos as mesmas coisas, ele certamente aprenderá muito mais rápido. 

Nessa reunião, também será necessário estabelecer um planejamento para organizar aspectos dos cuidados com o filhote, como passeios diários, algo que evite que sair para a rua se torne um problema familiar.

Outro ponto importante é a busca por um veterinário totalmente confiável. Já sabe que nas clínicas veterinárias Kivet encontrará uma equipa profissional que irá garantir a saúde do seu cão tanto nas consultas de rotina como em caso de qualquer incidente que ocorra ao longo da sua vida.

Uma vez que esses pontos estejam claros e superados, é hora de passar para a próxima fase:

  • Adaptação das regras da casa
  • Estabelecimento do calendário de corridas
  • A escolha do veterinário

Prepare a casa para receber o seu cachorro

Antes de tudo, pense em quão pequeno é o filhote e em todos os cantos da casa que ele pode alcançar. 

Você precisará dar uma olhada geral ao redor da casa e certificar-se de que não há nenhum lugar onde ela possa cair ou ficar presa (varandas, janelas ou escadas).

Se você tem um jardim e seu cachorro vai passar muito tempo lá sem sua supervisão, você terá que examinar os buracos ou lacunas por onde ele pode escapar. 

Não se esqueça de verificar o tipo de plantas que enfeitam este espaço para cuidar e proteger o seu cachorro. Existem plantas tóxicas? Em caso de dúvida, consulte o seu veterinário e evite perigos desnecessários.

Cama

Seu filhote gastará muita energia durante as horas de jogo, mas também precisará de um lugar para descansar onde possa ficar calmo. É importante que você sinta desde o início que tem seu próprio espaço onde pode se aposentar quando quiser.

Prepare uma cama para ele que seja aconchegante, mas grande o suficiente para que ele não cresça muito cedo, assim como com a transportadora.