O facto de o cão não saber fazer as suas necessidades na hora e no local certos é uma das questões que mais preocupa os donos.

Quando o cão levanta a pata e urina onde não deveria ou se encontra excremento pela casa, surgem tensões e dúvidas sobre como agir. Paciência, perseverança e consistência dos donos são essenciais para acelerar o processo de aprendizagem do cão.

Os cães não nascem, como os gatos, com o instinto de saber se aliviar no lugar certo e na hora certa.

São seus donos que devem ensiná-lo, pois faz parte de um comportamento que não é inato no cão, mas resultado das normas sociais às quais eles terão que se acostumar a viver em um ambiente humano.

Como ensinar cachorro filhote a fazer necessidades no lugar certo

Como ensinar cachorro filhote a fazer necessidades no lugar certo
Como ensinar cachorro filhote a fazer necessidades no lugar certo

O filhote deve ter uma área onde possa se aliviar. Um lugar que esteja longe de sua comida e água, bem como de sua cama. Como ensinar cachorro filhote a fazer necessidades no lugar certo, O canto deve ser sempre o mesmo e deve ser coberto com jornal. 

O cão pode escolher a área que mais gosta para se aliviar. Trata-se de colocar o jornal onde ele urina ou defeca pela primeira vez.

Quando os donos estão em casa devem supervisionar o filhote o máximo possível sobre a maneira correta de se comportar. Se o cão se aliviar no lugar certo, deve ser recompensado com carícias, cumprimentos verbais e algum mimo específico para cães.

Os momentos mais comuns em que o cão vai se aliviar são: após comer e beber, ao acordar ou ao terminar de brincar, para que você possa combinar os passeios com esses momentos em que o cão está mais predisposto a se aliviar.

Agenda de rotina

Um sintoma de que o cão vai evacuar é quando ele cheira o chão e se vira sobre si mesmo. Quando o filhote começar a sair, ele gradualmente se acostumará a fazer suas necessidades nos momentos certos.

O controle esfincteriano não é totalmente alcançado até os quatro meses de idade

O horário das caminhadas deve ser sempre ajustado aos mesmos horários, por exemplo, de manhã, após o almoço e à tarde.

No início, até que ele fique em um bom ritmo, você pode ajudá-lo retirando-o quando ele estiver inquieto, porque ele quer urinar. Não é recomendado terminar o passeio quando o cão terminar de se aliviar, deve ser estendido mais alguns minutos antes de voltar para casa, para que ele possa cheirar tranquilamente, se exercitar e interagir com outros cães.

Em qualquer caso, o controle esfincteriano não é totalmente alcançado até os quatro meses de idade, se aos seis meses o cão não fizer progressos adequados, é aconselhável consultar o veterinário.

Não se esqueça que é da responsabilidade dos donos manter as vias públicas livres dos excrementos do seu cão, pelo que devem ser fornecidas malas especiais.

Uma educação adequada

O cão precisa de diretrizes e regras de comportamento claras a serem marcadas, desta forma será mais fácil para ele cumpri-las.

Um cão tem uma maior capacidade de aprendizagem nos primeiros meses de vida e quanto mais velho, mais complicado será manejá-lo e fazê-lo cumprir as regras básicas de convivência.

Tente entender como o cão pensa. Ele não entende regras e regulamentos porque não sabe o que são ou para que servem. Por isso, é difícil para ele aceitar um cantinho em casa onde possa se aliviar ou um horário para sair.

Somente repetindo e insistindo, com paciência e carinho, os resultados esperados são alcançados. O aprendizado do cão dura a vida toda, então você deve lembrá-lo do que aprendeu e reforçá-lo com prêmios, quando ele cumprir as regras corretamente.

Problemas de controle esfincteriano

Às vezes, quando o treinamento do toalete não está progredindo a um ritmo adequado, pode ser devido a um problema físico no cão, como um problema nos rins ou na bexiga.

Esses casos geralmente são acompanhados por outros sintomas, como febre, perda de apetite ou fraqueza. Portanto, não é uma questão de comportamento, mas será necessário ir ao veterinário para obter um diagnóstico e aplicar um tratamento para que o animal recupere sua saúde.

O horário das caminhadas deve ser sempre ajustado aos mesmos horários, por exemplo, de manhã, após o almoço e à tarde

Por outro lado, devemos ser claros sobre as regras que queremos que o cão cumpra e transmiti-las de forma clara e sem contradições para que as compreenda mais facilmente. Vamos dar um exemplo: se queremos que ele se alivie em um determinado lugar da casa, preparado com jornal, não devemos permitir que ele faça isso em outro lugar.

Porque se você tem permissão para fazer isso, mesmo que apenas uma vez, você está cometendo um erro grave. O cão interpretará isso como: carta branca para fazê-lo quando quiser, e será muito difícil corrigi-lo.

Pontas
  • Coloque jornal na área onde o cão se alivia pela primeira vez.
  • Recompense o cão quando ele se sair bem. Não use métodos como esfregar o rosto do cão onde ele se aliviou.
  • Seja organizado com a rotina de tempo para sair com o cachorro.
  • Se aos seis meses o filhote não progrediu o suficiente, vá ao veterinário.
  • Paciência e perseverança são necessárias para que o filhote adquira um hábito, que não é inerente à sua natureza.