Existem muitos fatores e variáveis ​​que fazem uma pessoa se apaixonar por você. Agora, não pense que o segredo está na atratividade, em vestir o melhor vestido do mundo e conseguir uma aparência deslumbrante.

A ciência e os especialistas em sedução e paixão nos dizem que existem chaves mais poderosas, dimensões com maior impacto capazes de fazer com que se apaixonem por você.

Além disso, há outro detalhe que vale a pena levar em conta. Muitas daquelas estratégias que, segundo a ciência, nos ajudam a atrair e deslumbrar, devem estar sempre presentes em nós. Afinal, o que em determinado momento nos ajuda a despertar o amor no outro, deve estar presente para alimentar a paixão e o carinho diários na relação.

Portanto, vamos integrar essas dimensões (se ainda não as tivermos) em nosso repertório psicológico para fazer a pessoa desejada se apaixonar. No entanto, façamos também destes recursos os nossos melhores baluartes da vida.

Como fazer alguem se apaixonar por vc

Como fazer alguem se apaixonar por vc
Como fazer alguem se apaixonar por vc

 

Quer saber como fazer alguem se apaixonar por vc, seja você mesmo. Quantas vezes recebemos esse conselho? Infinito, é verdade. Assim, e embora seja claro que nada é tão recomendável como agir como somos e não fazer da sedução uma peça, é sempre bom integrarmos outras virtudes, outros recursos em termos de sedução.

São dimensões que podemos aprender e que, longe de nos afastarmos do nosso eu, o tornarão mais atraente. Então vamos ver aquelas coisas que vão fazer uma pessoa se apaixonar por você de acordo com a ciência.

1. Um bom senso de humor torna você irresistível

Faça alguém que você gosta rir, pode haver algo melhor? Claro que não. Porque é assim que se criam as melhores ligações, é assim que se acendem as emoções positivas, a cumplicidade que fica no coração e também demonstramos a nossa inteligência. Se dissermos o último, não é por acaso.

Estudos, como os do antropólogo Gil Greengross, da Universidade do Novo México, revelam que o senso de humor pode ser decisivo na seleção sexual. Escolhemos pessoas com bom humor porque associamos essa virtude à inteligência.

Dessa forma, caso tivéssemos filhos, teríamos certeza de que nossos filhos também tivessem essa competência. Aparentemente, quando se trata de escolher um parceiro ou parceiro sexual, nada é deixado ao acaso.

2. Mostre sua vulnerabilidade para ganhar perto

A vulnerabilidade é importante no ponto com o qual estamos lidando. A que a ciência se refere com esta dimensão? Vamos nos colocar no contexto. Há aqueles que, na hora de conquistar alguém, não hesitam em exibir seu heroísmo, eficiência, seus grandes dons, habilidades e sua boa resolução.

Todo esse repertório fica bem no mundo do cinema, mas não no campo do amor. Mostrar-se vulnerável em algum aspecto o torna humano e estabelece proximidade e intimidade com o outro.

A Dra. Elaine N. Aron da Universidade de Nova York (e autora de vários livros e trabalhos sobre alta sensibilidade) nos explica em um trabalho de pesquisa.

Ser vulnerável é permitir que sejamos honestos com o outro para nos conectarmos a partir das emoções.

3. Dê pistas de que a outra pessoa está atraída por você

A timidez não é uma boa companheira na hora de fazer alguém se apaixonar, mas tome cuidado porque a impudência também não.

Devemos encontrar um ponto intermediário para mostrar ao outro que gostamos dele, mas sem ser declarado aberto. Algo assim requer graça, elegância, precisa de linguagem verbal e sobretudo linguagem não-verbal. Aquela onde os sorrisos falam, aquela onde os olhos sorriem e dizem tudo…

Todo esse conjunto de gestos, olhares e palavras deve formar uma sinfonia em que o outro intui indícios de nossa atração por ele.

4. A arte das boas conversas (e quanto mais profunda melhor)

Você e sua paixão não vai resolver o mistério do Big Bang ou o enigma da Esfinge de Gizé. No entanto, conversas profundas e interessantes são âncoras de atração e formas de seduzir neurônios.

Porque vamos ser claros, a pessoa que conseguir “ligar” o cérebro do outro sempre terá uma vantagem. Ser um Cyrano de Bergerac é cativar a mente para acelerar o coração.

Assim, entre aquelas coisas que vão fazer uma pessoa se apaixonar por você, não se pode esquecer das boas conversas. Porque não há nada como um bate-papo que dura horas para criar intimidade com alguém.

Casal representando aquelas coisas que vão fazer uma pessoa se apaixonar por você

5. A maneira como você faz o outro se sentir é tudo

Você se lembra da última vez que se sentiu animado, conectado ao momento presente e feliz? Você estava com alguém naquele momento?

Poucas coisas são tão satisfatórias quanto a sensação de conexão, bem-estar e harmonia absoluta com alguém. E no amor é fundamental. Porque se apaixonar não é apenas atração física, as pessoas se apaixonam por como o outro nos faz sentir.

Dessa forma, algo que os especialistas em relacionamento nos dizem é que nada é tão importante quanto criar experiências positivas e profundas com alguém.

Muitas vezes, no dia a dia com um colega de trabalho, por exemplo, logo descobrimos que não compartilhamos esse sentimento de cumplicidade e afinidade absoluta com mais ninguém.

Da mesma forma, o fato de viver momentos intensos com alguém também pode criar fortes alianças emocionais. Se soubermos, por exemplo, quais são os hobbies ou gostos da outra pessoa, não hesitemos em compartilhar essas paixões com ela. A conexão pode ser muito significativa.

6. Circunstâncias ou elementos que farão uma pessoa se apaixonar por você: sua personalidade

Sua aparência física é sua carta de apresentação, mas sua personalidade é o convite direto para que alguém se apaixone por você.

O que você é, o que te define, seus valores, crenças, a forma como você trata os outros, a forma como você reage às coisas, sua experiência e suas habilidades emocionais ligam (ou não) o motor da atração.

Estudos, como o realizado na Universidade de Göttingen (Alemanha), nos fornecem dados sobre a relação entre personalidade e atração.

Há, é claro, personalidades mais cativantes. Fatores como a abertura, o já referido sentido de humor, a confiança, a simpatia, a simpatia e a capacidade de comunicar, por exemplo, são dimensões que sempre atraem, de que gostamos sempre.

Para concluir, é verdade que todo mundo tem seus segredos quando se trata de fazer alguém se apaixonar. Estratégias mais ou menos úteis que são levadas no bolso como um kit de primeiros socorros.

Agora, não esqueçamos que a sedução também é uma arte que todos podemos aprender a fazer nossa e com ela ganhar temperança, segurança e aquela atratividade que transcende a pele.