As orquídeas são uma das plantas com mais variedades e tipologias que se podem encontrar. Na verdade, é uma planta da qual podem ser encontradas mais de 30.000 espécies diferentes. 

Todas são plantas muito estéticas, que podem ser cultivadas tanto no interior como no exterior, desde que bem feitas e com os devidos cuidados. 

Quer ter orquídeas em casa? Então, você precisará aprender bem como cuidar deles, começando por saber como plantá-los e colocá-los em seus vasos.

Então, se você quer saber como plantar orquídeas passo a passo, continue lendo este artigo, vamos te contar de uma forma simples e prática.

Como plantar orquídeas em vasos

Como plantar orquídeas em vasos
Como plantar orquídeas em vasos

Como plantar orquídeas em vasos,para transplantar ou plantar uma orquídea, siga estes passos:

  1. Limpe a planta de detritos: remova qualquer solo ou musgo restante de sua orquídea antes de plantá-la em seu novo local.
  2. Podar raízes ruins – algumas raízes podem ter enegrecidas ou murchas. Corte-os com uma ferramenta devidamente desinfetada para que a planta não perca energia naquela parte em mau estado.
  3. Coloque a orquídea no recipiente: em seguida, encha-o com a mistura de um dos três substratos descritos acima, dependendo do tipo específico de orquídea.
  4. Dê-lhe um local adequado: as orquídeas precisam de um bom suprimento de luz e estejam em uma área onde o ar circule, portanto, certifique-se de localizar seu novo recipiente em um local adequado. É preferível que recebam luz indiretamente, embora em abundância.

Como plantar orquídeas em um tronco ou árvore – passos

Plantar orquídeas no tronco de uma árvore que as sustenta é muito simples. Siga estas instruções e verá que não é complicado.

  1. Prepare alguns recortes de malha: estes serão responsáveis ​​por manter a planta fixa ao suporte até que suas raízes se agarrem.
  2. Encha os bolsos com algum substrato: desta forma, a orquídea terá uma fonte de alimento até que esteja firmemente entrincheirada.
  3. Fixe a orquídea no tronco com a malha com substrato: com o tempo, as raízes da orquídea se agarrarão sozinhas ao tronco de sustentação e você poderá remover a malha sem nenhum perigo.

Vasos para orquídeas: qual escolher

A grande maioria das orquídeas são plantas epífitas. Isso significa que são espécies que em seu habitat natural vivem ancoradas em árvores ou rochas em vez de serem enterradas.

 Portanto, se você enterrar sua orquídea em um vaso com terra da maneira usual para outras plantas, provavelmente acabará matando a planta devido ao apodrecimento de suas raízes, que são melhores se forem mais ventiladas.

Assim, a escolha do vaso é muito importante no caso das orquídeas, pois existem vários tipos de recipientes além dos tradicionais vasos de barro e que são especialmente recomendados para essas plantas. 

O usual com orquídeas será usar recipientes pequenos, embora haja exceções, como o caso das orquídeas Cymbidium , que precisam de vasos maiores nos quais seu grande sistema radicular se encaixa. Estes são os vasos de orquídeas mais recomendados :

  • Vasos de plástico transparentes: são os mais indicados para orquídeas que realizam fotossíntese através de suas raízes, bem como para aquelas cujas raízes nos informam quando a planta precisa ser regada, pois permitem ver seu sistema radicular sem a necessidade de manipular a planta.
  • Vasos de malha metálica: eles permitem que as raízes respirem mais, e seu design facilita a fixação em locais altos, tanto para fins estéticos quanto para colocar a planta em pontos onde recebe mais luz solar.
  • Vasos de madeira: são feitos com um tipo especial de madeira resistente ao apodrecimento. Seu design também deixa pequenos orifícios, que ajudam a melhorar tanto a respiração do sistema radicular quanto a drenagem do recipiente. É aconselhável cobrir as paredes interiores com uma camada de musgo antes de adicionar o substrato.

Claro, também podemos recorrer a vasos tradicionais de cerâmica ou vasos específicos para orquídeas que são vendidos em lojas especializadas.