No artigo de hoje vai saber Como saber se o iphone é original, no nosso guia completo.

Um iPhone é um produto muito amado por muitos usuários devido ao prestígio que a marca tem por trás dele.

É por isso que esses tipos de produtos podem ser facilmente falsificados para serem comercializados para aquelas pessoas que desejam ter um iPhone em mãos e não verificam muito bem as características.

Neste artigo, mostramos como você pode saber se um iPhone é autêntico ou não.

Como saber se o iphone é original

Como saber se o iphone é original
Como saber se o iphone é original

Além dos diferentes pontos onde a venda pode ser feita, também podem ser feitas verificações no próprio aparelho. Como saber se o iphone é original, É aqui que você encontra as principais indicações para concluir se está falando de um iPhone falsificado ou não.

Verifique o sistema operacional

Algo em que a grande maioria das falsificações do iPhone falham é que não possuem o sistema operacional oficial da marca. Isso é lógico, pois não é um processo fácil de realizar no que diz respeito à sua instalação, pois não é um software aberto ao público. 

É por isso que a primeira coisa a verificar sempre é que todos os aplicativos instalados no iPhone são os encontrados em um iPhone normal. Para ter esse conhecimento, é importante ter um iPhone oficial em mãos antes. 

Você pode recorrer a um amigo que tenha um ou simplesmente assistir a um dos muitos vídeos ou artigos na web para aprender sobre aplicativos nativos.

Na grande maioria das vezes há mudanças importantes nessas aplicações nativas. Isso ocorre porque você realmente não tem o iOS instalado. 

Os falsificadores apostam em uma versão modificada do Android com uma camada de personalização que visa se passar por iOS. 

Essa é a coisa mais comum de se fazer, já que o Android é um software gratuito que pode ser baixado e manipulado por qualquer pessoa. É por isso que os iPhones falsificados não têm a App Store. 

Em iPhones falsificados, quando você deseja entrar na loja de aplicativos, a Play Store aparece. Este é o melhor indicador que pode avisá-lo de que você está lidando com uma versão falsificada de um iPhone.

Ao entrar nas configurações do iPhone, é possível que as seções que você encontrará não correspondam às que devem aparecer em um iPhone. O fato de ir para a seção para atualizar o sistema operacional, você deve verificar se está atualizado para iOS e não para Android.

Verifique a embalagem do iPhone

Ao falar de um iPhone teoricamente novo, é preciso ter em mente que a Apple sempre coloca muito cuidado na embalagem. 

Isso significa que sempre que um novo iPhone é aberto, a caixa deve estar impecável e o iPhone protegido com os diferentes plásticos que agem contra arranhões. 

No caso de estarmos falando de iPhones que não são autênticos, em muitos casos, os plásticos nunca são colocados ou podem ser realmente mal fabricados.

Na parte externa da caixa você também deve sempre procurar a etiqueta que marca qual dispositivo está dentro da caixa. 

Isso se traduz na etiqueta correspondente com o número de série em uma das extremidades. Às vezes você não consegue encontrar, deixando um buraco em branco real em uma extremidade da caixa.

Verifique o número de série no site da Apple

Uma das maneiras mais confiáveis ​​de confirmar se você está lidando com um iPhone original da Apple ou um falsificado é através do site da Apple. Na web, podemos encontrar uma seção dedicada a verificar a cobertura de serviço e suporte de um produto. 

A inserção do número de série fornecerá todas as informações sobre o dispositivo. No caso de não ser original, sempre apresentará um erro na página da web informando que não reconhece o número de série. 

No caso de ser original, fornecerá informações de garantia, embora às vezes também possa informar que a data de compra não está correta, o que é normal.

Você pode encontrar o número de série no próprio dispositivo, na parte de trás no final. O número de série deve sempre aparecer aqui e se não estiver presente, é muito provável que seja falsificado. 

Também está presente na etiqueta da caixa onde o iPhone vem junto com o restante dos dados de identificação que também podem ser totalmente falsificados. 

Lembre-se de que, às vezes, pode ser que a data de compra pareça inválida. Isso não significa que estamos lidando com um iPhone falso, mas que foi vendido em uma loja diferente da Apple Store.

Siri

A Siri é a assistente virtual da Apple, por onde você consegue realizar tarefas através do comando de voz, e é um aplicativo que não roda em um iPhone falso. Para saber se funciona, basta acessar Ajustes > Geral > Siri. 

Se não funcionar, aquele é um iPhone falso. Lembre-se de que a assistente Siri pode ser desativada mas nunca removida do aparelho.

Qualidade da tela e da câmera

Os aparelhos da Apple possuem uma tela chamada de display retina com tecnologia 3D Touch, que não são reproduzidas perfeitamente em um iPhone falso.

Em geral, um iPhone falso conta com resolução mais baixa, câmeras mais lentas na hora do clique e qualidade inferior em fotos e vídeos. Para ter certeza, você pode comparar com outros modelos de iPhones, se tiver algum por perto na hora da compra.

Botão Home e Touch ID

O botão Home do iPhone era mecânico e agora é um modelo mais sensível ao toque, detectando a pressão do dedo. Além disso, os modelos mais recentes trazem leitor de digitais embutido.

Para detectar se aquele aparelho é original, vá em Ajustes > Touch ID e tente cadastrar sua digital. Se você não conseguir, esse é provavelmente um iPhone falso.

Recursos não originais

Outra forma de como saber se o iPhone é original é verificando se ele conta apenas com recursos originais. Não acredite quando vir ofertas de iPhone com recursos extras como TV digital, jogos embutidos, dual-sim (dois chips) ou expansão da memória interna.

Você pode entrar no site da Apple e confirmar se algum desses recursos extras são realmente oferecidos pela marca. Se não for, ele se trata de um iPhone falso.

Falando em recursos do iPhone, veja todas as novidades do iOS 16, nova versão do sistema operacional da Apple que vai estar disponível nos aparelhos no final de 2022.

Acabamento e acessórios

Os modelos de iPhone falso são normalmente mais pesados do que os originais, não oferecem tanta qualidade no touchscreen e demoram mais tempo para carregar a bateria. Além disso, os acessórios, quando presentes, geralmente são diferentes.

Então, vale a pena pedir para ver o conteúdo da caixa antes da compra. Verifique todos esses detalhes e, se houver algo diferente do padrão Apple, você estará comprando um aparelho falso.

Capacidade de memória

A partir do iPhone 7, a Apple trabalha apenas com o mínimo de 32 GB de memória, além de versões de 64GB, 128GB, 256GB, 512GB e 1TB.

Se você encontrar um aparelho com 8 GB ou 16 GB, fique atento, pois a marca não trabalha com essas versões, apenas em aparelhos bem antigos.

Recursos Multitarefa

Por último, os iPhones originais mantêm um ótimo desempenho ao realizar tarefas simultâneas, sem prejudicar o uso. Um iPhone falso fica lento quando há diversos aplicativos trabalhando ao mesmo tempo.

Você pode testar abrindo um app de música, por exemplo, deixar tocando, e ao mesmo tempo navegar na internet ou em outros aplicativos. Então, é só ver como o aparelho vai responder a essa demanda.

E se você acabar comprando um iPhone falso?

Caso você acabe comprando um telefone falsificado e o tenha verificado mais tarde, poderá encontrar recursos para devolvê-lo. 

No caso de você ter comprado em uma loja, é obrigado a fazer um reembolso total no caso de terem vendido a você declarando que era totalmente original. 

Caso eles se recusem a fazê-lo, você deve registrar uma reclamação com todos os detalhes do ocorrido para que a justiça intervenha e eles possam finalmente reconhecer seus direitos como consumidor.

Se você fez a compra de um indivíduo, tudo se torna um pouco mais complicado. Você sempre pode contatá-lo pelos mesmos canais em que a venda foi feita. No caso de não conseguir localizá-lo de qualquer forma, você também deve recorrer às autoridades. 

Nesse caso, você pode anexar capturas de tela do aplicativo em que a transação foi feita, bem como uma descrição da mesma. Nesses casos, o ruim é que a devolução do dinheiro não é garantida.

Resumo: evidência mais comum de que é falso

Como conclusão de tudo o que foi mencionado acima e sem deixar de lado tudo o que não vamos mencionar, devemos destacar quais são os pontos mais determinantes para saber se um iPhone é original ou falso. 

Insistimos em enfatizar que não são os únicos aspectos a serem observados e aconselhamos a leitura detalhada do que foi comentado ao longo deste post.

Não tem a App Store e em vez disso tem a Google Play Store, idêntica ao Android. Isso, como já vimos, é uma indicação clara de que se trata de um dispositivo Android “truque” com uma camada de personalização idêntica ao iOS. 

E sim, tudo isso apesar do logotipo desta Play Store não ser o original, mas o ícone da Apple.

Pop-ups no estilo Android notificando você sobre um erro ou qualquer outra coisa. Esta é outra indicação semelhante à anterior e que mostra novamente que é um Android personalizado no estilo do iOS.

Câmeras de baixa qualidade que oferecem resultados muito diferentes do iPhone. Também é perceptível quando falta alguma forma disso que o iPhone originalmente tinha.

Algo estranho logo da Apple, seja porque não está centralizado corretamente, porque parece um adesivo, porque tem uma cor fixa ou porque pode até faltar algum elemento que faça com que não corresponda exatamente ao ícone original característico da marca californiana.

Bisels muito pronunciados ou que não são idênticos em todos os lados, o que também serve como uma boa evidência de que quem falsificou o iPhone não colocou muito amor no design e tentou esgueirar-se com uma aparência visual muito diferente dos originais da Apple.

E cuidado, que um iPhone atenda a algumas dessas indicações já é mais do que suficiente para determinar que é falso, pois não será necessário que você revise o restante dos pontos.

A forma mais segura de fazer uma compra e não acabar com um iPhone falso é procurar lojas autorizadas, que dão garantia, emitem nota fiscal e são conhecidas e bem recomendadas.

Se você está buscando um iPhone novo, nós separamos algumas dicas que vão te ajudar a detectar se aquele é um iPhone falso ou verdadeiro.