No artigo de hoje vai saber mais sobre Como usar óleo de rícino no cabelo para crescer rápido, no nosso guia completo.

Óleo de rícino, outro dos muitos produtos que prometem revitalizar o crescimento capilar. A maioria deles tem propriedades benéficas, mas a questão que surge é sempre a mesma.

Eles são realmente bons para o que afirmam? Para respondê-la, vamos ver o que é o óleo de mamona e quais são seus usos e benefícios.

O óleo de mamona é um composto que vem da planta Ricinus communis, nativa de áreas tropicais da África e da Ásia. É considerado um óleo essencial (concentrados de matérias-primas vegetais obtidos diretamente de plantas, raízes, flores, folhas, árvores…) e é composto principalmente de ácido ricinoleico e vitamina E.

Destaca-se especialmente por suas propriedades laxantes, mas no setor cosmético é amplamente utilizado por suas supostas propriedades regeneradoras, hidratantes, antimicrobianas e anti-inflamatórias.

Como usar óleo de rícino no cabelo para crescer rápido

Como usar óleo de rícino no cabelo para crescer rápido

Como usar óleo de rícino no cabelo para crescer rápido: A forma ideal de usar o óleo de rícino é misturá-lo em partes iguais com outro óleo, como o azeite, para torná-lo mais fluido, e aplicá-lo massageando suavemente todo o couro cabeludo.

Feito isso, deixaremos agir por pelo menos 20 minutos para a pelar o absorva adequadamente. Em relação à periodicidade, o mais aconselhável é não fazê-lo mais de uma vez por semana, bem como deixar alguns períodos de descanso, para evitar superhidratar e/ou irritar o couro cabeludo.

Que benefícios o óleo de rícino tem para o cabelo?

Como já mencionamos, o óleo de rícino possui uma série de propriedades hidratantes, antimicrobianas e anti-inflamatórias.

Isso, com o alto teor de vitamina E, pode ajudar a manter a pele do couro cabeludo limpa e saudável; bem como para nutrir os cabelos danificados e secos. Um couro cabeludo saudável, no que lhe concerne, pode promover o bom funcionamento do ciclo natural dos folículos pilosos.

Por todas essas razões, o óleo de rícino é creditado com a capacidade de estimular o crescimento e o fortalecimento do cabelo.

Consequentemente, é um componente comum de muitos produtos capilares, como xampus, soros ou condicionadores. Da mesma forma, seu uso puro também está se tornando cada vez mais difundido para aplicar em cabelos, sobrancelhas e cílios.

O óleo de rícino ajuda a parar a queda de cabelo?

A resposta é, sem surpresa, não. Não há evidências científicas de que o óleo de mamona previna ou melhore a alopecia.

Algumas teorias sustentam que consegue ativar a prostaglandina E2, assim como o Minoxidil, aumentando o suprimento sanguíneo dos folículos capilares. Mas a realidade é que, até o momento, não há nenhum estudo conclusivo nesse sentido.

As diferentes propriedades do óleo de rícino podem ajudar a melhorar a condição dos cabelos existentes, fortalecendo e reparando os cabelos danificados, ou até mesmo combatendo a caspa e o couro cabeludo ressecado, mas não podem impedir a ação dos mecanismos internos da alopecia.

Esta mesma afirmação é aplicável a outros óleos essenciais, como menta, eucalipto, coco, jojoba ou alecrim, aos quais também são atribuídas propriedades anti-perda.

Contra-indicações do óleo de rícino

Deixando claro que o óleo de rícino não funciona como tratamento para alopecia, deve-se notar também que geralmente é benéfico para hidratar e regenerar a pele e o cabelo danificados. Claro que, como quase tudo, há exceções.

Uma das propriedades mais procuradas do óleo de mamona é a sua capacidade emoliente. No entanto, isso pode ser contraproducente para pessoas com tendência a acne grave ou outras complicações da pele.

Da mesma forma, também pode se tornar irritante para a pele mais sensível e até causar alergias.devido à presença de ricina. Por todas essas razões, é aconselhável testar pequenas áreas da pele antes do uso geral, bem como consultar rapidamente um especialista em caso de qualquer problema que possa surgir.