O corrimento vaginal é natural a toda mulher, sendo uma secreção produzida e expelida naturalmente pelo canal vaginal.

Trata-se de uma mistura de fluidos e células mortas da vagina e, normalmente, varia entre um tom esbranquiçado com consistência pegajosa a transparente e aguada, com odor característico. A quantidade irá variar de acordo com o ciclo menstrual.

Muitas mulheres acreditam que a presença de corrimento vaginal indica doenças, mas isso não é regra. Como já dito, a secreção é normal. Contudo, há casos que vale o alerta: alterações do volume, da cor e do odor, além de alguns possíveis sintomas – como dor pélvica.

Depois da relação é normal escorrer um líquido branco

Depois da relação é normal escorrer um líquido branco
Depois da relação é normal escorrer um líquido branco

O corrimento vaginal após uma relação sexual é normal, pois pode ser uma mistura de secreções que acontecem durante o orgasmo e o sêmen do homem. No entanto, a secreção vaginal, se mudar de cor ou odor, pode significar uma infecção ou também pode ser um indicativo de gravidez.

Primeiro, entenda que o corrimento vaginal é normal. As glândulas dentro do colo do útero e da vagina secretam muco para limpar o útero de bactérias e células mortas e manter a vagina limpa e saudável.

 É esse muco que mantém o equilíbrio do pH da vagina e evita que vários tipos de infecções ocorram. Portanto, não há nada para se preocupar com o corrimento vaginal e sua frequência.

 De fato, muitas vezes o corrimento vaginal pode atuar como um indicador da saúde da mulher. Sua cor pode variar de branco leitoso a líquido claro. A descarga pode ser mais espessa durante a ovulação, amamentação e excitação sexual. Por fim, o cheiro pode ser diferente quando se está grávida ou não mantém uma boa higiene pessoal.

O corrimento vaginal após uma relação sexual também é normal, pois pode ser uma mistura de secreções que acontecem durante o orgasmo e o sêmen do homem. 

No entanto, a secreção vaginal, se mudar de cor ou odor, pode significar uma infecção ou também pode ser um indicativo de gravidez. Aqui está o que seu corrimento vaginal pode ser indicativo:

Corrimento branco

 Isso é normal após uma relação sexual, que acontece devido a secreções que levam à lubrificação vaginal para ajudar na relação sexual. Também pode ser uma mistura de secreção vaginal e sêmen do homem se você estiver praticando sexo desprotegido.

 No entanto, se o corrimento branco e grumoso seguido de sensação de queimação e coceira, pode significar uma infecção bacteriana se também der odor de peixe. Corrimento branco cremoso também é um dos primeiros sinais de gravidez. Tem odor suave ou nenhum odor.

Corrimento rosa

 O corrimento rosa é geralmente um sinal da presença de sangue. Nem sempre é uma coisa ruim. Mas em alguns casos, você precisa ser cauteloso. 

Geralmente pode ser devido a um trauma durante a relação sexual ou durante a menopausa. No entanto, se for seguido por sangramento intenso, dor abdominal, sensação de queimação e coceira, você precisa verificar logo com um médico.

Corrimento marrom

 O corrimento marrom é comum durante a ovulação, pois as células uterinas se desprendem. Durante a implantação, quando o embrião se liga ao útero, manchas marrons também são normais. 

O sangue dos vasos sanguíneos menores se acumula no colo do útero e é então expelido. No entanto, com corrimento marrom, se você estiver com micção frequente, odor fétido, disfunção hemorrágica, queimação, coceira, erupção cutânea, secura vaginal e dor durante a relação sexual, você precisa verificar os sintomas com o médico.

Corrimento amarelo

 O corrimento amarelo geralmente é um sinal de DST ou outro problema. 

Corrimento amarelo pode significar que você tem gonorreia (sintomas incluindo dor pélvica, manchas após o sexo, ardor ao urinar, inchaço da vulva e sangramento entre as menstruações), clamídia (os sintomas incluem queimação, sangramento entre as menstruações, coceira, relações sexuais dolorosas, febre, dor abdominal e desconforto ao urinar) ou uma infecção por fungos.