A realidade é que assim que Adão e Eva escolheram pecar desobedecendo a Deus, ele começou a traçar o plano para o nosso perdão. Deus não quis nos deixar separados dele. O oposto! Ele tomou a iniciativa. Ele decidiu encarnar como um ser humano.

Jesus, para morrer na cruz como o sacrifício perfeito e assim nos dar a oportunidade de viver com ele por toda a eternidade.É por isso que Jesus poderia afirmar ser o único caminho para alcançar Deus. Não apenas isso, mas é por meio dele que podemos conhecer a verdade e receber a vida eterna. 

Vamos ver por que Jesus disse essas palavras e descobrir como elas são importantes para nós hoje.Jesus estava com seus discípulos na última ceia. Ele estava explicando a eles que seu fim estava próximo e que ele deveria retornar ao Pai para que não estivesse mais com eles fisicamente. 

Eu sou o caminho a verdade e a vida versículo morte de lia versículo

Eu sou o caminho a verdade e a vida versículo morte de lia versículo
Eu sou o caminho a verdade e a vida versículo morte de lia versículo

Queremos que saiba que não há muito a se falar sobre a morte de lia,este artigo te fara entender o versículo que Jesus disse:  “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (Jo 14:6), e qual é a explicação que o Senhor nos deixa nesta Palavra.

Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida – João 14:1-6

Não se turbe o seu coração; creia em Deus, creia também em mim. Na casa de meu Pai há muitas mansões; se não fosse assim, eu teria lhe contado; Vou preparar um lugar para você. 

E se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim, para que onde eu estiver estejais vós também. 

E você sabe onde eu vou, e você conhece a estrada. Tomé disse-lhe: Senhor, não sabemos para onde vais; como, então, podemos saber o caminho? Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim (João 14:1-6).

Contexto e Reflexão sobre João 14:1-6

Nesta porção da Palavra, o Senhor Jesus começa animando seus discípulos, pois já sabia que a hora do sofrimento na cruz se aproximava e que eles seriam muito afetados (Jo 14,1). 

Os discípulos, por sua vez, não entendiam o que estava acontecendo, portanto, estavam em uma situação de confusão e tristeza, não conseguindo entender como depois de caminhar por três anos com seu mestre, agora ele estava lhes dizendo que estava saindo , mas que então ele voltaria (Jo 14:3).

A situação colocou os discípulos em incerteza e medo. Bem, eles pensaram, como era possível que seu amigo e guia espiritual os deixasse em paz. Mas o Senhor Jesus Cristo, para confirmá-los e guiá-los, disse-lhes: ” Vocês já conhecem o Caminho”  (Jo 14,4). 

Portanto, um homem tão cético quanto Thomas perguntou: “Como então podemos conhecer o Caminho?” (João 14:5). Desta forma refletiu-se na palavra, a resposta que o Senhor Jesus Cristo lhe deu e talvez uma das passagens mais importantes que a Bíblia tem quando disse:

Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim (João 14:1-6).

Esta passagem é um dos pilares fundamentais da verdadeira doutrina cristã, onde todas as falsas doutrinas, seitas mentirosas e religiões pagãs são expostas. Aqui caem todos os argumentos e filosofias vãs, mas é evidente que só Jesus Cristo salva e que sem Ele nada podemos fazer (Jo 15,5).

Você não precisa ter muito conhecimento para entender o que este versículo significa, mas vamos estudá-lo em detalhes de qualquer maneira.

Jesus é o caminho

Quando o Senhor Jesus diz essas palavras, Ele é muito claro ao se destacar dizendo “Eu sou o Caminho”

Ele não está dizendo que é uma pessoa que mostra o caminho, ou que é um dos caminhos, como pensam muitos filósofos quando dizem que há muitos caminhos que levam ao céu, inventando que todas as religiões levam a Deus. Jesus Cristo disse que só um é o Caminho, e é Ele (Jo 14:6).

O Senhor Jesus é a única ponte entre Deus e o homem (1Tm 2:5), portanto é o único caminho que leva a Deus (Jo 14:6). Se você está no caminho de Jesus Cristo, você está no caminho certo. 

Mas se você se encontra na Maçonaria, Budismo, Filosofia Grega, Mormonismo ou qualquer outro caminho que não seja o de Jesus Cristo, a Bíblia diz  que “há um caminho que parece certo ao homem, mas o seu fim é o caminho da morte” ( Pr 14:12).

Algo muito importante a destacar é que tudo começou quando o homem pecou no Jardim do Éden, três coisas aconteceram: “ele foi deixado morto diante de Deus, perdeu sua comunhão com Deus e seu conhecimento de Deus” . Jesus Cristo veio para reconciliar o homem com Deus novamente. 

Portanto, não há nada que possamos fazer, porque Cristo já fez tudo. Ele não apenas morreu na cruz por nossos pecados, mas quando nos arrependemos de nossos pecados e o recebemos em nossas vidas como nosso único Senhor e Salvador, por meio dele recebemos o conhecimento de Deus por meio do Espírito Santo (Jo 14:26; 1 Cor. 2:9-12).

Jesus é a verdade

O Senhor Jesus, ao dizer que Ele era a “Verdade” , estava dizendo que Ele era a única “Verdade absoluta” e que qualquer filosofia deste mundo é uma mentira.

No mundo de hoje podemos perceber que o que era uma verdade segundo a filosofia do homem, hoje não é. Portanto, as investigações que são realizadas hoje podem ser refutadas amanhã, chamamos isso de “verdades relativas”.

Por outro lado, tudo o que aconteceu, está acontecendo e vai acontecer está escrito na Bíblia. Também podemos descobrir que Deus disse através de seus profetas que Cristo ia nascer e nascer, que ia morrer e morrer, que ressuscitaria e ressuscitou, finalmente ele disse que voltaria e virá .

Jesus Cristo é a Verdade e Nele estão escondidos todos os mistérios de Deus (Cl 1:26-27, 2:3; 1Co 2:7-8). 

A Bíblia diz em 1 Coríntios 2:11 “Pois quem dos homens conhece as coisas do homem, senão o espírito do homem que está nele? Assim também ninguém conhece as coisas de Deus, exceto o Espírito de Deus (1 Co 2:11). E ninguém pode receber o Espírito de Deus se não conhecer primeiro a Cristo.

Jesus é a vida

Esta Palavra não tem apenas um significado literal, mas também espiritual. Esta afirmação refere-se ao fato de que Jesus Cristo não é apenas o criador e autor da vida (Jo 1:3-4, 1:10; 1Co 8:6; Col 1:16), mas também é a  “Vida Eterna” .

No momento em que Deus criou o homem, ele soprou vida nele (Gn 2:7), e a Bíblia diz que  “o homem se tornou um ser vivente”  (Gn 2:7)

Este termo refere-se ao fato de que o homem não tinha apenas a “vida física” , mas também a “vida espiritual” e a “vida eterna” que Deus havia colocado nele. 

Portanto, no momento em que o primeiro homem pecou, ​​não só entrou a “morte física” , mas também a “morte espiritual” e a “morte eterna” com aquele primeiro pecado.

Assim, por vergonha, o homem passou a se esconder de Deus (Gn 3:8), da mesma forma que hoje se esconde atrás de suas próprias filosofias ateístas, porque está  espiritualmente morto diante de seu Criador.

Com a vinda de Jesus Cristo, Deus novamente quer reconciliar o homem por meio Dele (Is 53:5; Rm 5:10; Ef 2:13). 

Portanto, deu seu Filho Amado, que não cometeu pecado e foi o único justo que andou neste mundo (2 Co 2:21; 1 Pe 2:22, 3:18), para cumprir a lei de Deus que nós não pudemos obedecer e morrer pelos pecados que você e eu cometemos (Is 53:6; Rm 4:25; 1 Pe 3:18).

Jesus Cristo antes de morrer disse “Está consumado” que é “A dívida está paga”  (Jo 19,30). Com sua morte o Senhor estava pagando pelos pecados daqueles que deveriam crer nele, mas com sua ressurreição ele estava restaurando a “vida espiritual” ou “comunhão com Deus”  a todos os crentes.

Todo aquele que crê em Jesus Cristo e o recebe como seu Senhor e Salvador, também recebe o Espírito de Deus, que é nossa promessa de Deus para aqueles que receberão “Vida Eterna” .

Sobre a morte da lia

Como um epílogo para esta história, como a vida de Lia acabou no final? Após a morte de Raquel, Lia continuou como esposa de Jacó e mãe de seus muitos filhos, morando em Canaã. A Bíblia não diz quando ela morreu, mas Lia está enterrada na caverna de Macpela, junto com seu marido Jacó ( Gênesis 49:29-31 ).

De acordo com a tradição judaica, esta é a Caverna dos Patriarcas em Hebron. (Raquel, que morreu no parto, foi enterrada “no caminho para Efrate (que é Belém)” (Gênesis 35:19).)

No túmulo da família estão o pai e a mãe do marido de Lia, Isaque e Rebeca; e o avô e a avó de seu marido, Abraão e Sara. Lia despertará em uma ressurreição para a vida no futuro e descobrirá quantos filhos ela realmente tem!

Deus ouvirá nossas orações e intervirá por nós. Lia, a esposa de Jacó, entendeu isso, e precisamos ter fé semelhante à de Lia.