O óleo melaleuca é feito das folhas da árvore australiana de mesmo nome. Os australianos aborígenes o usaram como medicina tradicional por muitos séculos.

Hoje, as pessoas usam o oleo melaleuca de várias maneiras, incluindo manter a pele saudável . Isso inclui acne?

Vamos dar uma olhada em como o oleo melaleuca pode ajudar com a acne, a melhor maneira de usá-lo e as precauções de segurança a serem lembradas.

Óleo de melaleuca para manchas na pele

Óleo de melaleuca para manchas na pele
Óleo de melaleuca para manchas na pele

O óleo de melaleuca é uma escolha popular para o tratamento da acne devido às suas propriedades anti-inflamatórias e antimicrobianas. Acredita-se que acalme a vermelhidão, o inchaço e a inflamação. Pode até ajudar a prevenir e reduzir cicatrizes de acne, deixando você com uma pele lisa e clara.

Como usar: Dilua 3 gotas de óleo de óleo de melaleuca em 2 onças de hamamélis. Use-o como um toner ao longo do dia. Você também pode usar uma lavagem de rosto, hidratante e tratamento local contendo óleo de oleo melaleuca.

Com que frequência você deve usá-lo?

Com a maioria dos tratamentos de acne, você vai querer usar o tratamento todos os dias para obter melhores resultados. Isso inclui o óleo da árvore do chá.

Depois de fazer um teste de remendo e saber que é seguro usar óleo de melaleuca diluído em sua pele, você pode aplicar o óleo na área afetada duas vezes ao dia como parte de sua rotina de cuidados com a pele de manhã e à noite.

Os benefícios do óleo de melaleuca

Segundo Dra. Joana, o óleo de melaleuca é voltado para o tratamento da e do excesso de oleosidade. Devido a sua ação fungicida e bactericida, ele pode combater problemas cutâneos e, como tem função adstringente, também age contra inflamações.

“A acne se forma quando ocorre o aumento de secreção de sebo pelas glândulas sebáceas, causando a obstrução dos poros da pele”, explica a especialista. O sebo acumulado libera algumas substâncias que causam inflamação no local, favorecendo o desenvolvimento de bactérias, como a Propionibacterium acnes, causadora da acne.

O óleo de melaleuca em contato com os poros elimina bactérias que contribuem para o aparecimento de espinhas e cravos. Outro benefício descrito pela médica é a eficácia contra coceiras na cabeça. “Gosto muito da indicação para ou dermatite seborreica em couro cabeludo, por suas propriedades antisseborreica e anti-inflamatória”, comenta Dr. Joana.

Além disso, aponta-se ainda a eficácia no tratamento de pelos encravados, assaduras e até mesmo machucados, também devido à ação anti-inflamatória.

Como o óleo age na pele

A especialista em Medicina Estética explica que o óleo essencial de melaleuca “sela” a pele, impedindo que a água da superfície evapore. Isso minimiza a oleosidade. Na indústria de cosméticos, o produto está presente em cremes e sabonetes específicos para o tratamento de acne, seborreia, pelos encravados e muito mais.

Porém, a profissional alerta para a importância do cuidado no uso de óleos essenciais. “O óleo não deve ser usados sem indicação, pois pode causar irritação na área e até. É contraindicado para pessoas alérgicas a terebentina“, orienta.

É importante lembrar que cada pele reage de uma forma diferente a determinado produto. Por isso, deve-se conversar com um médico dermatologista ou outro especialista para garantir resultados positivos no tratamento.

Vale ressaltar, ainda, que o óleo de melaleuca é um produto de uso externo, preferencialmente diluído, e em nenhum caso pode ser consumido via oral. Em caso de coceira ou irritações na pele, lave com água corrente imediatamente, suspendendo o uso.

Dicas de segurança

O óleo da árvore do chá geralmente é seguro para uso na pele. Não é seguro engolir. A ingestão pode causar sintomas graves, incluindo confusão e ataxia . Ataxia é uma perda de coordenação muscular.

Também tome cuidado para não deixar o óleo da árvore do chá em seus olhos, pois pode causar vermelhidão e irritação.

Se o óleo da árvore do chá for diluído corretamente, a maioria das pessoas pode usá-lo na pelesem problemas sérios. No entanto, algumas pessoas podem desenvolver uma reação alérgica na pele ou irritação da pele na área onde o óleo foi usado.

É por isso que é importante fazer um teste de remendo em uma pequena área da pele antes de usar o óleo diluído da árvore do chá no rosto. Certifique-se de parar de usar o óleo imediatamente se notar algum:

  • coceira
  • vermelhidão
  • inchaço
  • irritação