Um elemento-chave do ensino eficaz reside no planejamento das atividades de ensino e de aprendizagem realizadas na escola, particularmente na sala de aula. Esse planejamento deve ser feito para cada dia de aula e é parte das responsabilidades profissionais do professor.

Sem ele, os objetivos de aprendizagem perdem o sentido. Por isso, um plano de aula deve conter, ainda que de maneira resumida, as decisões pedagógicas do professor a respeito do que ensinar, como ensinar e como avaliar o que ensinou.

Plano de aula 1o ano ensino fundamental alfabetização

Plano de aula 1o ano ensino fundamental alfabetização
Plano de aula 1o ano ensino fundamental alfabetização

A proposta da sondagem inicial (também chamada de diagnóstico) é entender o que a turma já sabe sobre os conteúdos para que o professor consiga identificar pontos de partida do que será ensinado sobre o tópico.

Na Alfabetização, o diagnóstico costuma explorar a produção espontânea da escrita dos alunos e a observação das relações que eles estabelecem entre a escrita e os elementos sonoros (sílabas, fonemas, partes de palavras).

Para tal, é necessário propor atividades que equilibrem conhecimentos que elas já possuem e desafios. Ou seja: a atividade não pode ser tão fácil a ponto de o professor não ser capaz de identificar o que a turma não sabe sobre o conteúdo e nem tão difícil a ponto de as crianças não conseguirem realizá-las.

Para te auxiliar no diagnóstico da turma do 1º ano, selecionamos 9 planos de aula alinhados à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) que exploram sílabas e escrita espontânea. Os conteúdos estão organizados em três conjuntos de planos de aula para serem usados em sequência a fim de obter um diagnóstico mais preciso dos alunos.

Sequência 1 – Para investigar sílabas e palavras com cantigas de roda

Esta sequência de três planos de aulas trabalha com duas habilidades da BNCC: a de relacionar sílabas, fonemas, partes de palavras com sua representação escrita e a de comparar palavras, identificando semelhanças e diferenças entre sons de sílabas iniciais, mediais e finais.

1. Sílabas e mais sílabas… Tantas palavras
Sabemos que os alunos que chegam da Educação Infantil para o Ensino Fundamental ainda estão se acostumando com a nova dinâmica, em que as brincadeiras ao ar livre e os cantinhos dão lugar às salas de aula com carteiras enfileiradas.

Mas e se você pudesse trazer um pouco do universo das brincadeiras para diagnosticar a turma? Esta é a proposta do plano de aula “Sílabas e mais sílabas… Tantas palavras”.

A ideia é usar o repertório da turma sobre cantigas de roda para construir uma lista com os nomes das cantigas conhecidas, localizar palavras e refletir sobre a escrita a partir das sílabas. Clique aqui para iniciar essa sequência!

2. Palavras dentro de outras palavras
Para continuar a investigação sobre as sílabas em cantigas de roda, o plano se utiliza da cantiga “Da abóbora faz melão” para mostrar a relação entre sons e escrita e também encontrar palavras “escondidas” dentro de outras palavras (como “mel” em “melão”).

Além das cantigas, a atividade também propõe a construção de uma lista de palavras que são também partes de outras palavras (como “pião” e “escorpião” ou “jornal” e “jornaleiro”) e a reflexão das sílabas que as compõem. Você pode acessar a segunda parte dessa sequência neste link.

3. As sílabas por dentro das palavras
O terceiro plano de aula da sequência possui um enfoque maior nas sílabas e construção das palavras. A proposta também se utiliza das cantigas conhecidas da turma para se aprofundar no tema.

É possível utilizar, por exemplo, vídeos de canções infantis que tenham legendas que indiquem as sílabas a serem cantadas com a música (aquelas bolinhas que percorrem as sílabas, como no vídeo abaixo) para que as crianças visualizem as relações entre sons e sílabas.

Um vídeo que é sucesso entre a criançada e pode ser usado para a atividade é a versão da “Galinha Pintadinha” para a música “Sambalelê”. Quer saber o passo a passo do plano de aula “As sílabas por dentro das palavras”? Confira aqui.

Sequência 2 – Para relacionar sons e escrita com bingo e parlendas

Bem como a sequência 1, esta sequência propõe relacionar elementos sonoros com sua representação escrita e comparar palavras, identificando semelhanças e diferenças entre sons de sílabas iniciais, mediais e finais.

1. Bingo de sílabas iniciais
A exploração de sílabas e de palavras neste plano de aula é proposta a partir de um bingo. As crianças recebem cartelas com figuras e suas palavras correspondentes e o professor sorteia algumas palavras.

Neste bingo, a turma não precisa ter em sua cartela a palavra correspondente à sorteada, mas identificar aquela que possui a mesma sílaba inicial da palavra sorteada.

2. Composição de palavras a partir de sílabas
Animais costumam ser muito queridos pelas crianças dos primeiros anos do Fundamental. A proposta deste plano de aula é justamente usá-los como objeto para o aprendizado.

Usando sílabas fornecidas pelo professor, o aluno deve compor o nome dos animais. A finalidade é desenvolver a consciência de que as palavras são formadas por sílabas. Confira o plano de aula “Composição de palavras a partir de sílabas”.

3. Montagem de uma parlenda a partir de suas sílabas
A terceira aula deste conjunto de planos de aula propõe uma atividade em dupla entre crianças com hipótese de escrita próximas.

As sílabas da parlenda “Minha mãe mandou” e outras populares são divididas em cartas entregues às duplas com a finalidade de estabelecer relações entre elementos sonoros e a respectiva escrita. A atividade consiste em reconstruir as letras. Acesse o plano de aula aqui.

Sequência 3 – Para checar a escrita espontânea com personagens

A sequência dos próximos três planos de aula explora quatro habilidades da BNCC: a escrita, espontânea ou por ditado, de forma alfabética; a observação de escritas convencionais, comparando-as às suas produções escritas, percebendo semelhanças e diferenças;

o reconhecimento do sistema de escrita alfabética como representação dos sons da fala; e a identificação de fonemas e sua representação por letras.

1. Escrita espontânea
A proposta é a escrita de uma lista feita a partir dos conhecimentos prévios da classe sobre os personagens dos quadrinhos da Turma da Mônica.

Em agrupamentos produtivos (duplas), os alunos deverão adivinhar quem são os personagens a partir de características dadas pelo professor (como, por exemplo, quem é a personagem comilona que usa vestido amarelo?) e registrar por escrito suas respostas.

A ideia é que durante a elaboração das escritas dos alunos, o professor oriente por meio de reflexões que eles comparem e identifiquem aspectos sonoros e gráficos das palavras, comparando e reformulando suas hipóteses. Veja aqui o passo a passo da proposta.

2. Comparando escrita espontânea com a escrita convencional
O segundo plano de aula da série é baseado na lista de personagens levantada pelos estudantes. Em grupos, eles deverão relembrar o que foi escrito na lista e comparar as produções a partir de perguntas levantadas pelo professor.

A ideia é que as crianças façam suas reflexões sobre a língua escrita comparando número de letras, letras que em comum que iniciam os nomes dos personagens, sons diferentes que aparecem nas palavras e sílabas que se repetem nos diferentes nomes, por exemplo. Acesse o plano de aula completo aqui.

3. Leitura de palavras com jogo da memória
Ainda usando os personagens da Turma da Mônica, o encerramento da sequência de planos de aula propõe agora que a lista estudada vire um jogo da memória em que os nomes precisam formar par com as ilustrações dos personagens.

Com 24 pares de fichas e um trabalho de duplas, o objetivo do jogo é juntar o maior número de pares de personagens e seus respectivos nomes. Para encerrar a atividade, é proposta uma roda de conversa para mapear e compartilhar as principais descobertas das duplas em relação à língua escrita.

Não se deve esperar que um plano de aula sirva, da mesma maneira, para professores diferentes. Ele é um instrumento individual de trabalho e deve ser desenvolvido para atingir os objetivos de cada turma, em separado.

E nesta postagem selecionamos algumas ideias e sugestões para servir de modelo “Planejamento anual 1 ano do Ensino Fundamental”.

Planejamento anual 1 ano de Ciências

OBJETIVO GERAL

Valorizar a importância dos cuidados coma saúde do próprio corpo, para a necessidade de cuidados com a higiene, alimentação, prevenção de acidentes, vacinação, atividades físicas e lazer.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Identificar o homem como um ser vive e se relaciona com outros seres e com o meio ambiente.
  • Identificar os elementos que fazem parte da natureza (animais, plantas, ar, água, solo) e saber preservá-los.

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES

  • Aprender a trabalhar em equipe;
  • Analisar criticamente os livros didáticos,
  • Pesquisar, elaborar e ministrar aulas;
  • Criação de materiais didáticos;
  • Utilização de diferentes tipos de metodologia de ensino;

CONTEÚDOS

  • O homem: ser vivo humano e racional
  • Noções das funções vitais,
  •  Identificação, relacionamento (respeito, amizade, limites, postura ética).
  • Interação com o meio ambiente
  • Alimentação e saneamento básico.

METODOLOGIA

  • Aula expositiva sobre o corpo humano.
  • Músicas sobre as partes do corpo.
  • Desenho das partes do corpo com identificação das suas partes.
  • Utilização de técnicas concretas da identificação das funções dos órgãos dos sentidos.
  • Recortes e colagens dos órgãos dos sentidos.
  • Aula expositiva sobre a origem dos alimentos.
  • Atividades escritas em folhas e no caderno.
  • Cartazes de produtos de limpeza e higiene pessoal, músicas e textos.
  • Apresentar os diversos tipos animais explorando seu habitat e sua classificação.
  • Mostrar aos alunos os diferentes tipos de plantas, levando a identificar as plantas como seres vivos e vegetais.
  • Promover passeios ao redor da escola para verificar vários tipos de plantas existentes.
  • Através de conversa informal, gravuras ou questões orais levar os alunos a concluir que a água é um elemento indispensável para vida.
  • Dramatizações, Dobraduras, Pinturas, Jogos, Brincadeiras, Músicas, Poemas, Poesias…

AVALIAÇÃO

O aluno deverá saber valorizando sua criatividade quanto a buscar e tentar resolver as situações. Avaliação diária através da observação do desempenho das atividades orais e escritas. Atividades no caderno e trabalhos em grupos.

Planejamento anual 1 ano de Língua Portuguesa

Oportunizar aos alunos acesso ao mundo letrado, construindo o processo de alfabetização e letramento, com uma ação pedagógica voltada para situações concretas significativas à realidade dos alunos, de forma prazerosa e lúdica.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Estudar a formação e a utilização do alfabeto na escrita das palavras-compreendendo que a escrita é fonética, através do estudo da ortografia e da gramática.
  • Construir palavras, frases, a partir das sugestões do professor e dos alunos.
  • Compreender a leitura como um processo que envolve a linguagem oral e a escrita

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES

  • Respeitar as identidades e as diferenças;
  • Utilizar-se das linguagens como meio de expressão, comunicação e informação; Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
  • Identificar o tema de um texto.
  • Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato.

CONTEÚDOS

  • Junções das vogais Consoantes
  • Sílabas simples letras maiúsculas e minúsculas.
  • Construção de frases.
  • Leitura: Silenciosa, coletiva e individual.
  • Leitura de palavras, frases e textos, envolvendo as mais variadas tipologias textuais tais como: informativo, poético, literatura infantil, jornal.

METODOLOGIA

  • Cantinho da leitura.
  • Historinhas Dinâmicas diversas Poesias Livro didático Revistas.
  • Conversa informal, Jornais, Quadro e giz, Gibis, Bingo, Brincadeiras, Materiais concretos…
  • Dramatização, Cartazes, Rodinha de conversa, Livros literários, Desenho livre, Dvd, Músicas, Filmes, Som, Jogos, Alfabeto móvel, Exposição de objetos, Relógio móvel, Fantoches e etc.
  • Avental de Histórias, Produção de texto, Roleta, Colagem, Recortes, Apresentações, Teatro, Dedoches, etc.
  • Poema, Cantigas, Parlendas, Advinhas, Quadrinhas…
  • História em quadrinho.
  • Oralidade.
  • Sequência lógica das ideias.
  • Ampliação do vocabulário Adequação da linguagem a situação de uso.
  • Identificação do número de sílabas nas palavras.
  • Separação de silabas Discussão oral sobre textos.
  • Elaboração de frases.
  • Interpretação através da elaboração de desenho.
  • Reforço ortográfico.
  • Atividades no caderno em folhas.
  • Recapitulação dos conteúdos apreendidos.
  • Contar história.
  • Quebra-cabeça.
  • Ditados mudo, relâmpagos e visuais.
  • Bingo das letras, palavras e silabas.
  • Boliche de letras.
  • Cruzadinhas.
  • Caça-palavras.
  • Livros de literatura infantis.
  • Jogos diversos.

AVALIAÇÃO

O aluno deverá valorizar sua criatividade quanto a buscar e tentar resolver as situações. Avaliação diária através da observação do desempenho das atividades orais e escritas. Atividades no caderno e trabalhos em grupos.

TEMAS TRANSVERSAIS

Pluralidade cultural, Educação Especial, Temas locais, Consumo, Valores, Saúde, Ética.

RECURSOS

Revistas, livros, tesoura, palitos de picolé, sucatas, dados, lápis de cor, jogos de letras, sílabas, palavras e frases, pinturas, músicas, som, jornais, guaches, pedaços de E.V.A, papeis de diversas cores, botões.

Planejamento anual 1 ano de Matemática

OBJETIVO:

Proporcionar o desenvolvimento da percepção da criança e a descoberta de um mundo lógico, repleto de relações, expressões e conceitos matemáticos como: cores, numerais, números, cálculos, entre outros, desenvolvendo agilidade mental.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Compreender a construção do número, relacionando-o a noção de quantidade.
  • Interpretar e resolver problemas envolvendo dúzia e meia dúzia.
  • Resolver problemas e operações de adição, subtração, identificando os sinais de mais: + e menos -.
  • Oportunizar noções de medidas de tempo, capacidade, massa e comprimento.
  • Identificar as formas geométricas simples: quadrado, círculo triângulo e retângulo.

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES

A matemática é fundamental para a apreensão de conceitos de qualquer natureza e para o desenvolvimento de diversas competências, como:

  • Iniciativa
  • Criatividade
  • Raciocínio lógico
  • Habilidades de análise e senso crítico
  • Disciplina
  • Organização e determinação.
  • Identificar a localização de números naturais na reta numérica.
  • Calcular o resultado de uma adição ou subtração de números naturais.
  • Representar os números através desenhos, jogos e brincadeiras.

CONTEÚDOS

Aprendendo a contar; • Números naturais 99 (no mínimo) • Ordem crescente e decrescente • Adição – Problemas • Sistema de numeração decimal • Subtração Problemas • Dúzia • Números pares e ímpares; ordinais (primeiro, segundo etc.); • Nosso dinheiro; • Horas exatas; • Geometria

METODOLOGIA

  • Dramatização de situações que envolva relações de pertinência com os próprios alunos da classe.
  • Colocar os números na ordem crescente e decrescente
  • Escrita de numerais.
  • Escrita de quantidades através de ilustrações e colagens de materiais concretos.
  • Cadernos, para identificação de quantidades,
  • Representação da adição e subtração da reta numerada, evidenciando a necessidades de contagem dos espaços.
  • Emprego do material concreto (lápis, palito, pedrinhas, números e numerais).
  • Interpretar e resolver problemas envolvendo dúzia e meia dúzia.
  • Interpretação de resolução de problemas de adição e subtração.
  • Resolução de adições e subtrações sem recurso, e com recursos através de passos.
  • Seleção de objetos que usamos ao pares: sapatos meias luvas e brincos etc.
  • Interpretação de conjuntos com números pares e números ímpares de elementos
  • Complementação de tabelas de números pares e impares.
  • Identificação da formas geométricas.
  • Desenhos criativos empregando as formas geométricas.

AVALIAÇÃO

O aluno deverá saber: reconhecer a ordem numérica bem com memorizar os fatos básicos das operações, valorizando sua criatividade quanto a buscar e tentar resolver as situações problemas. Avaliação diária através da observação do desempenho das atividades orais e escritas. Atividades no caderno e trabalhos em grupos.

TEMAS TRANSVERSAIS

  • Educação Especial, Saúde, Ética, Valores, Temas locais, Consumo.