A idade em que os pré-adolescentes desenvolvem interesses românticos em outras pessoas varia tremendamente de criança para criança. Algumas crianças podem começar a expressar interesse em ter um namorado ou namorada aos 10 anos, enquanto outras têm 12 ou 13 anos antes de mostrarem qualquer interesse.

A chave é que os pais se lembrem de que a adolescência é uma época de transição. Eles não apenas estão amadurecendo fisicamente, emocionalmente e socialmente, mas também estão começando a desenvolver um senso de identidade.

 Então, à medida que seu filho adolescente começa a explorar o que isso significa para ele, é natural que o interesse em namoro também comece a surgir.

Dito isso, tente não se impressionar com o interesse crescente de seu filho em namoro. Na maioria dos casos, “namorar” não significa o que você acha que significa.

Além disso, os interesses amorosos do seu filho provavelmente não durarão muito, pois eles descobrem o que gostam e o que não gostam.

Qual a idade certa para namorar

Qual a idade certa para namorar
Qual a idade certa para namorar

Mas afinal Com que idade pode namorar? Quando se trata de namoro adolescente, é útil começar definindo o que é namoro adolescente, bem como a idade em que eles começam a namorar.

De acordo com a Academia Americana de Pediatria (AAP), as meninas geralmente começam a namorar aos 12 anos e meio e os meninos geralmente começam a namorar aos 13 anos e meio, mas enfatizam que não é da maneira que a maioria dos pais imagina. 2

Em vez de se juntarem individualmente como os adolescentes fazem, a maioria dos pré-adolescentes se envolve em encontros em grupo, o que significa que eles vão em grupo ao cinema, ao shopping, ao parque, à praia ou outros lugares semelhantes.

 Também é importante não confundir namoro em grupo com namoro duplo ou namoro triplo, diz a AAP. No namoro em grupo, pode haver um ou dois casais românticos, mas a maioria do grupo é independente.

Os encontros em grupo permitem que as crianças interajam com amigos de ambos os sexos de maneira segura, sem o constrangimento ou a pressão de ficar que vem com o namoro individual.

Então, com que idade os pré-adolescentes ou adolescentes podem se envolver em encontros individuais?

Como regra geral, a AAP aconselha que os pré-adolescentes mantenham o namoro em grupo e que o namoro individual seja reservado para adolescentes com pelo menos 16 anos de idade. 2

Claro, como pai, você terá que considerar o nível de maturidade de seu filho. Alguns adolescentes podem ser maduros e responsáveis ​​o suficiente para lidar com o namoro um pouco mais cedo, enquanto outros podem precisar de um pouco mais de tempo.

Definindo namoro

Você pode se surpreender ao ouvir rótulos de namoro como “namorado”, “namorada” e “juntos” dos lábios do seu aluno da sexta série. Nessa idade, provavelmente significa que seu filho ou filha está sentado ao lado de alguém especial no almoço ou no recreio.

Os grupos desempenham um papel importante na transmissão de informações sobre quem gosta de quem. Mesmo que seu filho esteja sonhando com uma certa garota, a maioria das crianças de 12 anos não está realmente pronta para a interação individual de um relacionamento verdadeiro.

Para os alunos da oitava série, namorar provavelmente significa muito tempo gasto enviando mensagens de texto ou falando ao telefone, compartilhando imagens nas mídias sociais e saindo em grupos.

Algumas crianças podem ter progredido para segurar as mãos também. No ensino médio, fortes ligações românticas podem ser formadas e as coisas podem ficar sérias rapidamente.

Conversando com seu filho

Quando seu filho mencionar namoro, namorada ou namorado, tente ter uma ideia do que esses conceitos significam para ele. Tome nota de como seu filho reage quando você discute namoro.

Pode ser um pouco desconfortável ou embaraçoso, mas se o seu filho não conseguir sequer discutir isso com você sem ficar na defensiva ou chateado, tome isso como um sinal de que ele provavelmente não está pronto.

Outras coisas a considerar incluem o seguinte.

  • Seu filho está realmente interessado em alguém em particular ou está apenas tentando acompanhar o que os amigos estão fazendo?
  • Você acha que seu filho ou filha lhe diria se algo desse errado?
  • Seu filho é geralmente confiante e feliz?
  • O desenvolvimento físico do seu filho corresponde ao seu desenvolvimento emocional?

Esteja ciente de que, para muitos pré-adolescentes e adolescentes, namorar significa socializar em grupo. Embora possa haver interesse entre dois em particular, não é tanto um namoro duplo, mas um grupo saindo ou se encontrando no cinema ou no shopping.

Esse tipo de coisa em grupo é uma maneira segura e saudável de interagir com membros do sexo oposto sem o constrangimento que um cenário individual pode trazer. Pense nisso como namoro com rodinhas.

Então, quando uma criança está pronta para um namoro individual? Não há resposta certa. É importante considerar seu filho como um indivíduo. Considere sua maturidade emocional e senso de responsabilidade.

Para muitas crianças, 16 anos parece ser uma idade apropriada, mas pode ser totalmente adequado para um adolescente de 15 anos ir a um encontro ou fazer seu imaturo de 16 anos esperar um ano ou dois.

Você também pode considerar o que outros pais estão fazendo. Muitos filhos iguais aos seus já estão namorando no verdadeiro sentido da palavra?

Definir diretrizes

Quando você tomar uma decisão, seja claro com seu filho sobre suas expectativas. Explique se e como você quer que seu filho entre em contato com você enquanto estiver fora, o que você considera um comportamento aceitável e apropriado e o toque de recolher.

E seja gentil. Podemos usar termos como “amor de cachorrinho” e “paixão” para descrever romances adolescentes, mas é muito real para eles. Não minimize, banalize ou tire sarro do primeiro relacionamento de seu filho.

Quando você pensa, é na verdade o primeiro relacionamento íntimo que seu filho está fazendo com alguém fora da família.

Relacionamentos adolescentes

Relacionamentos adolescentes podem ganhar força rapidamente. Lembre-se de que os romances do ensino médio tendem a ser autolimitados, mas procure também por sinais de alerta.

Se as notas do seu filho estão caindo ou ele não está mais passando muito tempo com os amigos, considere limitar quanto tempo está sendo gasto com aquela pessoa especial. E seja franco sobre a saúde sexual também.

Pode ser uma conversa difícil para todos os envolvidos, mas é fundamental ser honesto e claro sobre os fatos.

Aliviando o desgosto

Com os primeiros relacionamentos vêm os primeiros rompimentos, e esses podem ser dolorosos. É importante reconhecer como seu filho está se sentindo sem tentar tirá-lo da tristeza. Seja paciente e sensível e lembre-se de que às vezes apenas ouvir é a melhor coisa que você pode fazer.