Traição, palavra difícil de digerir, quase intolerável e imperdoável, soa dolorosa e decepcionante, em qualquer espaço em que protagonize, certamente a experiência não foi nada agradável.

As traições são dolorosas, em menor ou maior grau, ninguém espera ser traído, e quem trai, se não fizer a conscientização necessária e a lição suficiente, há um alto percentual de chances de trair novamente.

Lealdade é uma virtude, confiança, respeito, consideração, flui por trás de um nível de consciência, vejamos ou não, nos enche de sabedoria, nos permite ver as coisas de outra perspectiva, realmente nos colocamos no lugar dos outros.

Por outro lado, quem trai não é necessariamente um ser inconsciente ou imoral, não é necessário julgar comportamentos.

Todos estamos propensos a agir de forma incerta muitas vezes, e realmente rotular uma pessoa por uma ação cometida não é justo, erros ir e vir, a questão é aprender com eles ou insistir no erro.

Quem trai uma vez trai sempre

Quem trai uma vez trai sempre
Quem trai uma vez trai sempre

Saiba se quem trai uma vez trai sempre, Infelizmente, a traição é um daqueles erros que muitas vezes se repetem, ativam algo na pessoa, um gosto, um sabor, um risco talvez, algum instinto que se torna uma tentação permanente e a convida a viver de novo e de novo.

A traição é irresistível? Quem a viveu pode descrevê-la melhor, talvez em princípio a intenção plena não se manifeste, apenas detratores e pessoas sombrias planejam um ato de tal magnitude.

Mas quem simplesmente cai, quem se deixa levar por essas ações sem o premeditado intenção, eles costumam receber um peso maior, de culpa, consciência e moralidade, pois de alguma forma poder trair.

O que sem dúvida significa tomar uma decisão, escolher, é preciso ter razão ativa e além dos motivos, que em muitos casos são a única saída, a traição dói e pesa.

A traição começa no momento em que as pessoas violam seus próprios direitos.

Decidir perdoar ou não é uma questão de cada um, há quem se esqueça e siga em frente, há quem viva aceitando mas com a dúvida e o medo nas costas, há quem perdoe mas guarde ressentimento no coração e há quem aqueles que simplesmente entendem e transcendem…

A traição precisa ser apreciada em seus ensinamentos, a longo prazo pode se tornar um hábito e deixar apenas dor e tristeza em seu rastro.

A mente de quem é traído

A pessoa traída pode responder a traição de diversas maneiras. A sua forma de enxergar a situação depende do sentimento nutrido pelo parceiro e do estado do relacionamento. No entanto, mesmo que este esteja péssimo, saber que foi traído nunca é fácil.

A traição simboliza quebra de confiança e ausência de respeito com o próximo. Afinal, existem maneiras de melhorar o relacionamento e de terminá-lo sem causar tamanho sofrimento emocional ao próximo. Então, por que o parceiro escolheu machucá-lo dessa forma?

Quando a infidelidade acontece, o traído passa por um período de luto. Como algo muito importante é perdido, o pesar é semelhante ao de quando alguém amado morre. As emoções são tão intensas que podem causar um trauma emocional.

Além disso, as crenças da pessoa traída em relação aos relacionamentos podem sofrer mudanças radicais.

Ela pode passar a desacreditar no amor, não ver mais sentido no casamento ou em relacionamentos longos, ou crer que é impossível confiar em alguém de verdade. Seus sonhos, planos para o futuro e expectativas também são danificadas bruscamente.

Reações típicas à infidelidade 

O processo de superação e de cura da traição tende a ser longo para a maioria das pessoas. Dependendo das reações da pessoa traída, pode ser menos dolorido e demorado. Porém, dificilmente é feito sem, pelo menos, um pouco de dor emocional.

O traído pode reagir com:

Raiva

A pessoa traída pode ser dominada por uma fúria cega, reagindo à descoberta com violência. Brigas físicas e verbais são esperadas quando a raiva é predominante. Dependendo da situação, a agressividade pode escalar e até mesmo causar uma tragédia.

É compreensível sentir raiva no momento da descoberta ou dias/semanas após o ocorrido. 

No entanto, ela precisa ser controlada para não prejudicar a pessoa traída nem quem traiu. Por mais que essa última tenha errado em trair, reagir com agressividade pode fazer o traído se arrepender de ações ou palavras ditas no calor do momento.

Descrença

Pessoas que descobrem a traição por meio de outras fontes, como amigos ou vizinhos, costumam reagir com incredulidade. Será mesmo que a infidelidade aconteceu? Como saber se fulano(a) não mentiu?

A descrença também pode surgir quando a pessoa que traiu revela o que fez abertamente.

Mesmo quando há provas, como fotos e vídeos, o traído não quer aceitar a realidade. Afinal, ela causa dor.

A imagem construída do parceiro é abalada ou totalmente destruída, refletindo na confiança da pessoa traída. Ela pode questionar as suas decisões, perguntando-se como não viu algo tão óbvio ou como escolheu ficar com alguém capaz de magoá-lo dessa forma.

Tristeza

A infidelidade no relacionamento é triste. Ela é sentida, sobretudo, quando o traído reconhece as suas perdas: o parceiro que tanto amava, a relação a que se dedicou e uma coletânea de planos para o futuro.

A tristeza faz com que reflita sobre os momentos bons e se pergunte se conseguirá perdoar o outro. Ela pode causar depressão quando acentuada.

Culpa

Ser alvo de uma traição é tão complicado que a pessoa traída pode atribuir à culpa da atitude do outro a si mesma. Começa a pensar se não fez algo para afastar o parceiro e se não criou expectativas altas demais para o relacionamento, causando a situação desagradável.

Embora seja reconfortante criar desculpas para justificar o comportamento da pessoa amada, é importante reconhecer que cada um possui responsabilidade por seus atos. Ninguém deve assumir a responsabilidade por comportamentos ou decisões de terceiros.

A mente de quem trai

Por que as pessoas traem? Não é mais fácil terminar um relacionamento ou casamento ruim do que ser infiel e causar um sofrimento imensurável para o parceiro?

São várias as razões que motivam as pessoas a serem infiéis. Apesar de termos o desejo de ver quem trai com maus olhos, é preciso lembrar que todos nós somos passíveis de cometer erros. Nem sempre a pessoa que trai quer arruinar a vida do parceiro ou fazê-lo sofrer.