Tristeza repentina e vontade de chorar, saiba tudo neste  artigo  continue a ler  e verifique mais detalhes.

Você se sente triste? Você se encontra deprimido? Você sente vontade de chorar e não sabe por quê? Há muitas coisas ou motivos que podem acontecer conosco em nossa vida diária e nos causar um sentimento de tristeza ou nos fazer sentir apáticos e apáticos por um tempo, mas quando de repente e constantemente.

Somos invadidos por um desejo constante de chorar e sem uma razão específica, pode ser que nos perguntemos por que choro por tudo? E qual é a causa da súbita vontade de chorar?Para encontrar a resposta, é importante ouvir a nós mesmos para tentar identificar aquele fato ou situação que pode ter causado essa inexplicável necessidade de chorar.

Tristeza repentina e vontade de chorar

Llorar mucho durante el embarazo, ¿afecta al bebé? | Consumer

Para esclarecer todas as dúvidas sobre isso, neste artigo, responderemos à pergunta de por que Tristeza repentina e vontade de chorar:

Se você sente vontade de chorar é devido à tensão emocional , ou seja, você tem emoções muito intensas. Nesse caso, o choro atua como regulador, diminuindo a intensidade e a tensão emocional. Afinal, o choro é uma forma de expressar emoções e a melhor forma de gerir as emoções é detectá-las, aceitá-las e expressá-las.

Embora muitas emoções possam produzir essa tensão e desconforto emocional, a que tem sido mais relacionada ao desejo de chorar é a tristeza. Na próxima seção falaremos especificamente sobre isso.

Eu me sinto triste e eu só quero chorar

Quando nos sentimos tristes, nosso cérebro age de forma diferente e ocorrem algumas mudanças em nosso corpo que muitas vezes não percebemos: nos sentimos mais cansados, temos mais apetite, queremos ficar sozinhos e choramos. 

A tristeza faz com que o cérebro acumule muita tensão e, para eliminar essa ansiedade, ele usa as lágrimas, mecanismo pelo qual o alívio é alcançado.

Depois de chorar, as endorfinas são secretadas, o que nos faz sentir melhor e muito mais relaxados. É por isso que é aconselhável chorar sempre que precisarmos e que não reprimamos essa necessidade. 

Além disso, as lágrimas emocionais possuem alguns hormônios, como a leucina encefalina, que é um analgésico natural produzido pelo nosso próprio corpo.

Mas, além disso, também é possível chorar sem motivo, ou seja, não entender exatamente qual é a origem do nosso sofrimento e, mesmo assim, não conseguir controlar as lágrimas.

Sentindo vontade de chorar sem motivo: tristeza ou depressão?

“Estou com vontade de chorar e não sei por quê” essa frase soa familiar para você? Se ultimamente você sente vontade de chorar constantemente, você pode estar se perguntando, por que eu choro por tudo? E qual é a causa da vontade repentina e constante de chorar?

Antes de tudo, é importante identificar se é um episódio de tristeza temporária ou um distúrbio psicológico, como a depressão. Em muitas ocasiões, esses termos tendem a se confundir e, embora possam ter pontos em comum, são conceitos muito diferentes que devem ser esclarecidos para encontrar as respostas adequadas.

As principais diferenças entre tristeza e depressão são as seguintes:

  • A tristeza é um estado emocional temporário e habitual nas pessoas, pois é uma reação psicológica a um evento que nos prejudicou ou a uma série de circunstâncias complicadas que parecem muito difíceis de superar. Quando há algo que nos deixa tristes, é normal que apareça o choro e a vontade repentina de chorar.
  • Ao contrário, a depressão não é algo temporário, mas sim uma psicopatologia na qual a pessoa sofre de sintomas depressivos crônicos e mal-estar prolongado. Por diversas causas, o paciente com depressão apresenta uma série de sintomas emocionais e físicos, dentre os quais se destacam a tristeza, o choro e a vontade de chorar sem motivo.
  • Diferentemente das pessoas tristes que não apresentam alterações significativas em sua dinâmica de ativação cerebral, os pacientes com depressão vivenciam essas alterações e neles podem ser observados níveis mais baixos de serotonina . A serotonina é um neurotransmissor que ajuda a regular o humor, entre muitas outras funções corporais.
  • Pessoas com depressão manifestam apatia que dura semanas e até meses. Essa apatia é transferida para todas as áreas da vida e pode incapacitar a pessoa de realizar suas atividades diárias habituais, como sair, estar com os amigos, ir ao trabalho, fazer compras, etc.

Às vezes, sentir tristeza por muito tempo pode levar a uma menor geração de serotonina e acabar levando ao desenvolvimento de um quadro depressivo. 

No entanto, além da diferença quantitativa entre tristeza (temporária) e depressão (prolongada e/ou crônica), há uma diferença qualitativa essencial que pode ajudá-lo a responder à pergunta por que sinto vontade de chorar e não sei por quê. 

E é que quando nos sentimos tristes é por causa de algo específico ou por causa de um evento que aconteceu conosco e que sabemos, no entanto, quando sofremos de depressão, em muitas ocasiões, podemos chorar sem motivo, pois não têm a capacidade de identificar o que está causando esse desconforto prolongado ao longo do tempo.

Como saber se tenho depressão: sintomas

Por que eu choro por tudo? Isso significa que eu tenho depressão? 

Como já mencionamos, a depressão é um distúrbio psicológico que pode fazer com que a pessoa afetada queira chorar sem motivo e de repente e constantemente , mas além disso, é uma psicopatologia que se manifesta por meio de outros sintomas, que podem ser tanto psíquico e físico. 

A seguir, vamos listar quais são todos os sintomas da depressão para que você possa avaliar se essas vontades repentinas de chorar sem motivo podem ser devido ao fato de você estar sofrendo de uma condição depressiva.

Sintomas emocionais

  • Humor deprimido durante grande parte do dia com duração não inferior a duas semanas.
  • Perda de interesse ou desaparecimento de interesse em atividades diárias normais.
  • Perda de autoestima e autoconfiança.
  • Complexo de inferioridade injustificado.
  • Sentimentos de culpa e auto censura.
  • Pensamentos recorrentes de suicídio ou morte.
  • Sentimentos de inutilidade e desesperança.
  • Ausência de reações emocionais a situações que costumam gerar algum tipo de reação emocional nos outros.
  • Difícil de focar.
  • Dificuldade em tomar decisões.
  • Perda do desejo sexual.
  • Diminuição ou perda de apetite.
  • Transtornos do sono.

Sintomas físicos

  • Perda ou ganho de peso.
  • Cansaço e fadiga.
  • dores de cabeça
  • Dores musculares.
  • Problemas digestivos.
  • Problemas para comer normalmente.
  • Tonturas ou desmaios.
  • Tensão muscular.

Uma vez que todos os sintomas da depressão são conhecidos, é essencial que, se você suspeitar que pode estar desenvolvendo um quadro depressivo, consulte seu médico com urgência. 

A depressão requer tratamento médico precoce e, para superá-la, a terapia farmacológica deve ser combinada com terapia e ajuda psicológica. Se você tiver dúvidas, ajudará você a quantificar seus sintomas fazendo um teste de depressão.